Decifrando a Planilha da Indução (Parte 1)



Certamente você iniciou a sua dieta baseado na planilha da indução. A princípio esta planilha parece ser óbvia, afinal tem tudo o que você pode comer nos 14 dias iniciais.
Mesmo assim vejo muita confusão em torno da interpretação dela. Então resolvi explicar passo a passo como você deve ver cada categoria de alimentos da planilha.
Para começar, esta planilha deveria ser dividida em apenas dois grupos de alimentos, ao meu ver: alimentos essenciais e alimentos supérfluos. Então se eu pudesse dividir esta planilha, ela teria duas páginas. A primeira página contendo os alimentos que você sempre deve ter no seu cardápio.  Vamos falar sobre eles na ordem da planilha, acompanhe olhando para ela:
Proteínas: Vejam todos os tipos de carnes e ovos que podemos consumir. Esta categoria de alimento você poderá comer até saciar, sem se empanturrar. Isto quer dizer que não é para comer até "estourar" e sim comer até ficar satisfeito. Lógico que algumas pessoas não entendem este "limite" e acabam consumindo proteínas demais e isso costuma atrapalhar a perda de peso à longo prazo. Mas à princípio, não tenha medo de comer esta categoria de alimentos.
Uma pergunta muito frequente é se podemos comer mortadela, presunto, salsicha, linguiça, bacon, etc. Sim, podemos comer! Acontece que os embutidos de forma geral possuem proibidos na composição. Pare um dia no mercado e leia o rótulo de alguma salsicha ou linguiça. Você vai perceber que geralmente possuem amido, maltodextrina, açúcar, etc. O bom seria comer carne, ovos, gordura e esquecer os embutidos. Mas se mesmo assim quiser comer você poderá sim! O livro diz que o consumo de embutidos aumenta a contagem de carbos, ou seja, você contará carbos para eles (coisa que você geralmente não precisa fazer com as carnes, ovos, torresmo).
Em relação a produtos empanados com farinha de rosca, de trigo, nuggets,  não podem ser consumidos na nossa dieta. 
Continue acompanhando pela planilha...
Vegetais : Você vai observar que esta categoria está na verdade, dividida em dois grupos, os que você pode comer até 3 xícaras e os que você pode comer apenas 1 xícara. Tá acompanhando?
Bem, eu não gosto desta divisão, prefiro a do livro novo, onde cada vegetal tem seu valor de carbos individual e você mesmo precisa fazer as suas continhas. Mas esta tabela foi retirada da edição anterior do livro e visa simplificar a vida do iniciante. Vale a pena dar uma olhada na tabela atual para ver a diversidade de vegetais que podem ser consumidos atualmente (esta tabela está desatualizada). 
O que tenho a dizer sobre os vegetais é que todos eles são de consumo restrito. Uns têm tão poucos carbos que você vai poder comer muito (alface por exemplo, daria para comer o pé inteiro), outros têm bastante carbos e você não poderá abusar (cebola, abóboras, pimentão, tomate por exemplo). Apesar disso eles são o alicerce da dieta, conforme o livro denomina. Além disso são sua única fonte de fibras (se você não usa farelos! Na vdd nem deverá usar!) durante a indução. Para maiores detalhes, dê uma olhada no post de vegetais que fiz anteriormente.
Gorduras e óleos: São extremamente importantes na nossa dieta, já que ela é alta em gorduras e moderada em proteínas. Observe  na planilha os tipos de gorduras que você poderá usar.
Não há um limite no consumo de gorduras, você poderá usar o quanto achar necessário. Ela será a responsável pela saciedade, juntamente com as proteínas. Você poderá usar azeite de oliva, óleo de côco, banha, manteiga. O leite de côco acabou sendo colocado dentro da categoria dos óleos, mas não é assim que está no livro. Lá ele encontra-se na tabela de especiarias e conta-se carbos para ele. Ou seja, DESCONSIDERE o leite de côco no grupo de alimentos ESSENCIAIS (apesar dele ter poucos carbos). 
Bem, só adicionaria a água e os polivitamínicos para fechar o grupo de alimentos essenciais. Estes alimentos deverão ser a base da sua alimentação. 
Todo o restante dos alimentos que irei citar, considero de uso totalmente OPCIONAL. 
Para não ficar cansativo, vou fazer um outro post, falando dos alimentos "supérfluos" que compõe a planilha da indução.
Beijocas

Share on Google Plus

Sobre Nadja Soresine

Médica, 36 anos, carioca da gema, praticante da dieta Atkins, desejo ajudar o iniciante e desvendar os "mistérios" da dieta.
    DEIXE SEU COMENTÁRIO

4 comentários:

  1. Nadja quando tu mencionas o 'LIVRO NOVO" tu te referes ao livro A NOVA DIETA REVOLUCIONÁRIA DO Dr.ATKINS edição 2006 ou ao livro UMA NOVA ATKINS PARA UMA NOVA VOCÊ.???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lidiane!! Eu sempre uso como padrão para as explicações do blog, a última edição do livro do Dr Atkins, Uma nova Atkins para Uma Nova Você, que é o livro que sigo.

      Excluir
    2. Muito obrigado... Eu consegui uma versão dele em PDF e completinha... estava dando uma olhadinha... Eu tinha o outro mas não é completo...

      Excluir